A Bem-Aventurança como Nossa Motivação

Escolha buscar a verdadeira alegria que desejamos encontrar através de todas as nossas atividades.

Back to Schedule
Donate

“Direta ou indiretamente, a verdade é que, em toda essa busca por coisas diferentes, você procura a felicidade na realização de seus desejos. [...] Mas então, por que não buscar diretamente a alegria?”

Paramahansa Yogananda

Em sua primeira palestra na América, e em seu livro A Ciência da Religião, Paramahansa Yogananda apresentou aos ocidentais o antigo conceito védico de Deus como Sat-Chit-Ananda – Bem-aventurança sempre-existente, sempre-consciente, sempre-nova.

Por trás de nossos esforços para satisfazer todos os nossos variados desejos, não existe o anseio mais fundamental pela própria felicidade e o desejo correspondente de se livrar do sofrimento? Paramahansaji convidou os participantes de suas palestras públicas e os que mais tarde se tornaram estudantes de seus ensinamentos de Kriya Yoga a encontrar essa felicidade diretamente - usando o método científico da meditação iogue para buscar dentro de si mesmos a bem-aventurança do Espírito.

Ao falar da oportunidade de conhecer Deus como Bem-aventurança na meditação, Paramahansaji disse: “Ele vem na tranquila experiência de todos. É na consciência da Bem-aventurança que O percebemos. Não pode haver outra prova direta de Sua existência. É Nele como Bem-aventurança que nossas esperanças e aspirações espirituais encontram realização e nossa devoção e amor encontram um objetivo.”

“A alegria que muda ritmicamente o tempo todo mas que permanece imutável em si mesma, como um ator que nos entretém com diferentes papéis e poses, é o que todos buscamos. Tal alegria só pode ser encontrada na meditação profunda e regular. Só a fonte interna de alegria imutável e sempre nova pode apaziguar nossa sede. Pela própria natureza, a bem-aventurança divina é o único encantamento que não consegue jamais cansar a mente ou fazer com que queiramos trocá-lo por outra coisa.”

Paramahansa Yogananda

Compartilhe